Entre em contato
Fale conosco pelo WhatsApp

Principais erros durante a montagem de andaimes

Homem que trabalha em construção sentado de cabeça baixa
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)
Por: Publicado em 25/08/2022

Identificar os erros durante a montagem de andaimes é importante para que se evitem acidentes em canteiros de obras (bastante comuns no Brasil)

Os erros durante a montagem de andaimes são bastante comuns nos canteiros de obras de nosso país. Não é raro que gerem acidentes. E o Brasil, infelizmente, é um dos países nos quais eles mais acontecem.

Um levantamento da Anamt (Associação Nacional de Medicina do Trabalho) apontou que, no Brasil, a construção civil é a atividade produtiva que:

  • Está em 1º lugar em se tratando de casos de incapacidade permanente de trabalhadores que resultam de acidentes de trabalho;
  • Está em 2º lugar em casos de mortes causadas por tais acidentes (só perdendo para o transporte terrestre);
  • Está em 5º lugar no ranking de afastamentos de operários por mais de 15 dias.

Diante desses dados, corrigir os erros durante a montagem de andaimes é um passo necessário para que uma quantidade menor de pessoas percam sua saúde, ou mesmo suas vidas, em canteiros de obras.

Erros comuns na montagem de andaimes

A maioria dos erros durante a montagem de andaimes nasce da falta de capacitação dos operários para tal atividade. Na verdade, erros são quase sinônimos de mau treinamento dos trabalhadores – quando não da completa ausência de qualquer treinamento.

São 6 os principais possíveis erros durante a montagem de andaimes. Conhecê-los e instruir os operários para que não os cometam é bem menos difícil e custoso do que, uma vez ocorrido um acidente, lidar com os danos materiais e humanos que dele decorrem.

Portanto, vamos agora conhecer cada um destes 6 maiores erros durante a montagem de andaimes.

Deslocamento inadequado da estrutura

Um comportamento bastante comum em canteiros de obras, ainda que completamente incorreto, é o deslocamento dos andaimes enquanto ainda há trabalhadores sobre a estrutura. Na verdade, trata-se de um dos erros durante a montagem de andaimes mais frequentes.

E isso ocorre apesar de tal ação ser, inclusive, vedada por norma legal. No caso, a NR-18 (uma das normas regulamentadoras que regem o setor) proíbe expressamente que algo assim seja feito. Infelizmente, não raro se dá o descumprimento da legislação em se tratando do assunto.

Um andaime só pode ter sua posição mudada se todos os trabalhadores presentes na obra estiverem seguros – e, obviamente, estiverem fora da estrutura.

Aliás, só se pode movimentar um andaime caso sua altura não exceda quatro vezes o tamanho da menor de suas bases. Acima disso, o andaime precisa estar fixado em uma superfície rígida (e, portanto, não haverá como deslocá-lo).

Falta do dimensionamento das cargas de trabalho

Desconhecer a estrutura que o andaime terá de suportar é outro dos erros que mais se verifica.

Deve estar especificada, antes da montagem de cada uma dessas estruturas, a máxima quantidade de carga que ela terá de aguentar, a fim de não sobrecarregá-la.

Outro aspecto disso é a distribuição equilibrada do material sobre o andaime. E devem existir corredores neles, para que os operários circulem sem risco nos mesmos.

Utilização inadequada de equipamentos sobre o andaime

Em alguns canteiros de obra, é necessário que, via andaimes, os trabalhadores atinjam alturas bastante elevadas.

É quando costuma acontecer uma grave imprudência: o emprego de escadas sobre o andaime, visando acessar tais pontos mais altos.

Esse é um dos erros durante a montagem de andaimes mais perigosos. O operário precisa alcançar qualquer parte da edificação usando só a plataforma. Utilizar o andaime como base para outro equipamento (como a escada) é quase um convite a que ocorra um acidente.

Pode-se até mesmo, com muito cuidado e planejamento, aumentar a altura do andaime, se isso for necessário. Mas jamais colocar um equipamento sobre um andaime e subir em cima dele.

Uso sem o piso de proteção

Andaimes precisam ser dotados de pisos fortes e antiderrapantes.

Às vezes, são usados materiais de superfície lisa e pouco aderente para o piso de andaimes – o que é um despropósito e um dos mais evidentes erros durante a montagem de andaimes.

O piso de um andaime deve ser de metal ou madeira, e bem nivelado. Não devem existir partes soltas e aparentes, nas quais os operários corram o risco de tropeçarem ao andar.

Fixação do equipamento no solo

Outro dos erros durante a montagem de andaimes frequentes é a fixação do equipamento diretamente no solo.

Isso não pode ocorrer, pois a superfície (geralmente, em uma obra, composta por terra e/ou areia) não possui nem remotamente a capacidade de suportar com segurança o peso de um andaime e das pessoas que ficarão nele.

Tal equipamento precisa estar fixado em uma base nivelada e bastante rígida. E esta base, por sinal, tem de estar colocada em um solo seguro (no caso, um solo que não seja de baixa consistência, como os argilosos).

Improvisação na montagem

Qualquer trabalho só é feito com qualidade se é antecedido de planejamento, o qual precisa ser respeitado. Erguer um andaime não é uma exceção a essa regra.

Um dos erros durante a montagem de andaimes mais frequentes é a não observância desta regra. Improvisações quando da montagem de um andaime costumam ter consequências graves, como acidentes envolvendo os operários em campo.

Dicas para montar um andaime corretamente

Quando a intenção for montar um andaime no canteiro de obras de modo estritamente correto, vale seguir as seguintes sugestões:

  • Checar a qualidade das peças que o andaime terá, ainda antes da montagem. Partes defeituosas do kit de montagem não devem ser usadas. Precisam ser trocadas por outras, de boa qualidade, antes do início do trabalho;
  • Escolher bem a área. Não se pode montar o andaime sobre um aclive ou sobre um declive, por exemplo. E é necessário que a base na qual ficará o andaime esteja em um solo compacto e seco;
  • Isolar o lugar. Enquanto a montagem do andaime estiver acontecendo, ninguém que não esteja envolvido nela deve ficar nas proximidades;
  • A NBR 6.494 e a já citada NR-18 são as instruções normativas que regem a montagem, manutenção e desmontagem de andaimes. Precisam ser seguidas à risca. Um profissional capacitado (possivelmente, um engenheiro) deve cuidar para que isso ocorra.

Lomaq: aluguel de andaimes para a construção civil

Para saber mais sobre montagem de andaimes, entre em contato com a LOMAQ.

Não encontrou o que procura?

Entre em contato conosco, que podemos te ajudar!

    x